O @ntenados é um blog que
reúne informação e
conhecimento voltado ao
público jovem. Nosso objetivo
é buscar assuntos que façam
parte do dia a dia e do
interesse dos estudantes.

Fabiano, Fred, Leticia e Priscila
são alunos do Terceirão
do Colégio Dom Jaime Câmara

Fabiano


Fred
@fred_zip


Leticia


Priscila
 
terça-feira, 27 de julho de 2010  
Cursos Saturados

"O mercado exige cada vez mais profissionais envolvidos com o trabalho, principalmente quando não se tem muita experiência", Reinaldo Passadori.

É difícil ter como objetivo e escolha profissional um curso muito concorrido e, principalmente, saturado. Não são todos concorridos no vestibular que já estão saturados, mas os que já estão saturados serão concorridos no mercado de trabalho. Odontologia, direito, administração, jornalismo, pedagogia, a tão almejada medicina... Cursos que causam suspiros em muitos candidatos atraídos (na maioria esmagadora das vezes) pela idéia de que essas tradicionais carreiras dão dinheiro. (Muitos estudantes passam anos em cursinhos preparatórios na esperança de alcançar a sonhada vaga numa faculdade ou universidade.) É quando vocação e perspectiva salarial se embaraçam. Depois de concluírem o curso, acabam se deparando com um mercado saturado e com poucas chances de inserção.
Mas ainda há uma esperança, sempre necessitaremos de médicos, advogados e dentistas. Profissionais competentes sempre encontram seu lugar no mercado de trabalho. Mas não vá se basear nisso e pensar que só por que você tem notas boas e carisma tudo virá de mão beijada para você. Há gente demais em busca de poucas vagas e a situação fica mais acirrada a cada ano com a chegada dos egressos formados pelas Instituições de Ensino Superior espalhadas por todo o país. Na maioria dos casos as vagas de trabalho existem, mas estão longe do centro das cidades e com remunerações abaixo do esperado.
Pensando nesse assunto sobre mercados saturados fizemos uma seleção de cursos comuns que possam interessar a vocês e que se enquadram nas descrições de “saturado de profissionais na área”.
Publicitários, designers, advogados, jornalistas, atores... O que esses profissionais têm em comum? A frustração de estarem atuando em áreas nas quais faltam bons empregos e sobra talento. O diferencial aqui é a vontade de trabalhar, se comprometer com aquilo que faz, amar seu emprego. A chave de tudo aí é saber se comunicar e se lidar com as situações do dia-a-dia. "Saber se expressar, ser educado, não economizar palavras como "obrigado" e "por favor", ter espírito de grupo, acrescentar à empresa ideias inusitadas. Tudo isso é importante", diz Passadori.


Teste Vocacional :: Vídeo sobre a Profissão

Situação parecida, isso se não pior, vive a carreira de direito. Procurado principalmente pelo fato de a capital realizar inúmeros concursos públicos que exigem disciplinas referentes da área, o curso é um dos mais visados pelos estudantes.

O problema: grande número de universidades!

Vamos pegar como exemplo o estado do Distrito Federal, que é um núcleo em que advogados eficientes são muito necessários. Segundo Bartolomeu Rodrigues, da OAB-DF, existem aproximadamente 17 faculdades de direito no DF. Há 10 anos existiam apenas três. "Não há como saber quantos profissionais são formados a cada ano, porque nem todos conseguem passar no exame da Ordem", pondera. No entanto, Rodrigues lembra que o número de aprovados na prova da OAB tem aumentado nos últimos anos. Em 2004, foram aprovados 1.199 candidatos. No ano seguinte, 1.625. Neste ano, estima-se que 2 mil advogados conseguirão tirar a carteira da Ordem. "A OAB-DF já não dispõe de espaço físico para aplicar os exames. Hoje temos que alugar salas de colégios para conseguir acomodar todos os candidatos”. Esses conflitos não se restringem apenas ao DF, há muitos estados com a mesma situação. O aumento significativo de universidades na última década não é novidade para ninguém.

Depoimento (um tanto desanimador):

Formada há seis meses, Raquel Lopes, de 23 anos, conta do sentimento de sua turma com relação às perspectivas de trabalho. "Cerca de 90% da sala estava fazendo o curso por causa das oportunidades em concursos", lembra. Estagiária de um escritório de advocacia antes de se formar, ela se viu obrigada a largar o serviço por não ter conseguido passar no exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). "Para o estudante sair da faculdade empregado tem que estar estagiando em algum escritório ou ter um contato forte", diz. Atualmente, Raquel estuda para concursos e vislumbra a possibilidade de fazer outro curso: ciências contábeis.

Coisas para animar:

Aqui umas dicas verídicas, te animando para fazer direito:

  • O estudante precisa ser habilidoso com as palavras, saber escrever e ser questionador. Além disso, ele precisa ter boa capacidade de interpretação de textos, porque deve interpretar a lei para conciliar conflitos.
  • Deve tomar cuidado com as “armadilhas”. Dentre elas, estão as faculdades de segunda linha e a acomodação.
  • O fato de ser necessária a passagem pelo exame da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) faz com que haja uma seleção entre as pessoas que se formam em Direito, o que traz mais segurança para a sociedade.
  • A estratégia mais eficiente é a de se especializar, já que o direito é uma disciplina vasta, abrangente e, em muitos casos, complexa.

E não fique só preso aos escritórios de advocacia não, há várias outras novas funções para um formado em direito: Juís, delegado, promotor, direito na internet, direito ambiental e etc. Vamos lá, se quer direito tem que lutar desde já!


Teste Vocacional :: Vídeo sobre a Profissão

Mesmo que muito fundamental para a saúde das pessoas, a atual situação do mercado de trabalho para os dentistas é delicada. Uma grande quantidade de faculdades de odontologia em funcionamento no Brasil forma um número de cirurgiões-dentistas bem maior do que o mercado de trabalho é capaz de absorver. Os profissionais saem das universidades e se deparam com poucas oportunidades de trabalho. O presidente do Conselho Regional de Odontologia, (CRO) Sérgio Valor Barbosa, alerta que enquanto a Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda um profissional para cada 1.500 habitantes (e, claro, em muitas regiões há bem mais que isso).

Solução?

Segundo Barbosa, “A solução para diminuir esse problema seria as faculdades e universidades realizarem seus vestibulares de dois em dois anos. Assim, daqui a alguns anos, o mercado encontraria o seu equilíbrio ideal”. E, de acordo com o professor do curso de odontologia da Universidade Estadual de Londrina (UEL) e conselheiro do Conselho Regional de Odontologia (CRO) em Londrina, Antônio Ferelli, a situação deve se resolver dentro dos próximos dez anos. “O próprio mercado vai se encarregar de manter apenas os profissionais qualificados e esse monte de faculdades vai acabar fechando o curso por falta de alunos. Algumas faculdades particulares já não preenchem todas as vagas que oferecem.”

Alerta!

Ter familiares na profissão ajuda a entrar no mercado! Poder contar com uma clientela já formada, um nome já feito e um consultório equipado facilita a entrada de qualquer profissional no mercado de trabalho.

Depoimento positivo:

Para o estudante de odontologia, Luiz Henrique Paiva, de 21 anos, o mercado nem lhe assusta tanto assim. "Tenho boas perspectivas. O bom dentista sempre tem seu lugar", conta Paiva. Ele pretende se especializar na área cirúrgica e, mesmo com a fartura de profissionais atuando no centro de Brasília, não pretende recorrer às vagas existentes no interior do país. "Sei que no início é difícil, mas depois de algum tempo e realizando um bom trabalho os clientes virão". Se você pensa como Paiva, vá em frente e seja um excelente odontólogo seguindo nossas dicas aqui. E boa sorte!

Excelente dica!

O mercado de trabalho para dentistas pode ir além de consultórios! Entre as opções de trabalho, o formando pode atender pacientes em consultório particular, em empresas ou associações. Outras possibilidades são seguir a carreira de ensino e pesquisa em faculdades ou trabalhar em serviço público. "Atuar na coordenação de programas dentários escolares, no atendimento à população em geral, em postos de saúde, ou como legista, são caminhos adotados por muitos formados", comenta o coordenador do curso de Odontologia do campus de Araçatuba, Celso Koogi Sonoda.

Porém o que mais preocupa nem é isso,é o fato de que há dentistas demais em consultórios particulares nos centros urbanos muito inchados. "O odontologista competente, porém, tem a possibilidade de se realizar em regiões mais distantes e menos assistidas", comenta Rosilene Fernandes da Rocha, professora do curso de Odontologia da Faculdade de Odontologia da Unesp, campus de São José dos Campos, São Paulo. O legal seria atender em postos de saúde e em hospitais para acelerar a nossa rede pública de saúde. Não são todos que podem pagar um dentista. Você não irá ganhar tanto assim, mas para quem quer ajudar isso não é problema. Agora, se você quer dinheiro, atenda o público e tenha um consultório particular. Você irá garantir sua aposentadoria e um monte de pessoas felizes, com sorriso bonito. :D

Melhores Universidades para se cursar :: Vídeo sobre a Profissão

Pois é, mais um curso que muita gente gostaria de fazer. Mas para fazer medicina veterinária não basta apenas gostar de animais, tem que se levar a sério e encarar todas as possibilidades, como diz Deodoro, que terminou o curso de medicina veterinária há dois anos. “Para ser médico veterinário não basta gostar de animais, tem que ter paciência, competência e ser emocionalmente estável, pq os animais não chegam sempre lindos e abanando o rabo pra vc. Eles chegam atropelados precisando da sua ajuda, e vc tem que saber proporcionar o melhor atendimento a ele.”

Mas por que o mercado está inchado aqui também? É só olhar em volta e ver a quantidade de clínicas veterinárias em seu bairro (pelo menos é assim em São José/SC). O ideal seria amar não só cães e gatinhos fofos, mas sim todos os animais, é, aqueles de fazenda. Gados, cavalos, caprinos, suínos... Nesse caso a oportunidade de emprego pode ser um pouco maior. Como confirma o médico veterinário Diego Severo, que trabalha nos Laboratórios Vencofarma do Brasil, no Estado de Goiás, considera, entretanto, que o mercado encontra-se saturado nos grandes centros do País. Já no Interior do Brasil, o cenário é bem diferente. "Há um aumento de demanda por profissionais no Interior, em função da boa fase que o Brasil vive na área de produção de alimentos", avalia.

Teste Vocacional :: Vídeo sobre a Profissão

Mercado saturado em psicologia? Como assim?! Pois é, não tão saturado quanto os citados acima, mas já está se saturando na psicologia clínica. Emprego não está fácil para ninguém, por que com os psicólogos seria diferente? Só que, essa profissão tem uma vantagem: diversas possibilidades de trabalho como em hospitais, clínicas, instituições, colégios e até em investigações criminais.

A psicóloga Denise Melo também concorda com a farta concorrência. Para ela, isso é conseqüência da falta de oportunidades locais. “Você se forma e quer arrumar um emprego. O psicólogo tem essa vantagem de poder abrir sua própria clínica. É o imediatismo da profissão e também um lugar assegurado no mercado de trabalho”, alega a profissional.


Teste Vocacional :: Vídeo sobre a Profissão

Em tempos atuais, o curso de enfermagem tem suas funções ampliadas. Antes, tratava-se de uma profissão onde prevalecia a mulher, que tinha como função simplesmente cuidar de um paciente.

Mas em tempos atuais a enfermagem é muito mais do que isso: é uma profissão exercida por ambos os sexos, onde o grau de especialização do profissional trará suas devidas funções, que podem chegar ao nível de liderar equipes de enfermagem.

Embora poucos saibam, o curso de enfermagem, além de ser muito rígido em sua rotina, encontra-se saturado nos tempos atuais, ocasionando a forte concorrência. Entretanto, algumas das áreas do curso tem se mostrado mais requisitadas e fáceis na obtenção de um emprego, como é o caso da ascendente Enfermagem Geriátrica, que visa os cuidados com a saúde da terceira idade (elevada devido o processo de envelhecimento da população brasileira).

Teste Vocacional :: Vídeo sobre a Profissão

A hotelaria sempre foi uma profissão vista como pouco promissora, já que além de ser pouco requisitada continha um número baixo de alunos. Entretanto, no mundo globalizado o curso de hotelaria vem se tornando mais procurado, principalmente em países com um forte turismo, como o próprio Brasil.

Aquele que se forma nesse curso terá a responsabilidade de dirigir e garantir o funcionamento de hotéis, resorts e spas, por exemplo, garantindo sempre aos visitantes a acomodação necessária.

Tendo em vista o mercado de trabalho brasileiro para o curso, é possível perceber, principalmente na próxima década, uma enorme expansão, quebrando a saturação antes prevista por muitos. O motivo? A realização da Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016. Portanto aqueles que nos próximos anos decidirem seguir o curso certamente estarão tomando uma boa decisão.

Teste Vocacional :: Vídeo sobre a Profissão

Encontramos com o jornalismo uma profissão que nos dias atuais dirige-se principalmente para a “cultura midiática”, ou seja, que atenda a mídia. Os principais órgãos de atuação são: empresas, redes de rádio e televisão, imprensa ou até em redações de jornais; onde todas seguem um mesmo objetivo: manter os outros atualizados, e de forma precisa.

Com os processos de desenvolvimento da tecnologia e da própria mídia, o mercado de trabalho jornalístico tem reunido cada vez mais adoradores e seguidores do curso, o que acaba ocasionando uma ascendente saturação. Para que você possa ingressar no mercado de trabalho jornalístico com uma maior facilidade, aconselha-se que o aluno realize estágios enquanto faz o curso. Essa decisão certamente irá lhe render muitos pontos quando o assunto é ingressar no mercado de trabalho.

Teste Vocacional :: Vídeo sobre a Profissão

Como foi visto pelo austríaco Peter Drucker (vide biografia aqui), reconhecido como pai da administração moderna e grande pensador do fenômeno da Globalização, o ramo da administração é visto como a “profissão do futuro”.

Nos tempos atuais, esse ramo de trabalho mostra-se cada vez mais importante e atuante no mercado de trabalho em geral. Esse fenômeno ocorre pois praticamente todas as áreas do mercado moderno precisam de um profissional capaz de planejar e gerenciar o estabelecimento, além de auxiliar no lucro e na obtenção de mão-de-obra eficiente.

Mediante sua enorme importância, seu mercado de trabalho está se tornando cada vez mais amplo, e infelizmente cada vez mais excludente. São cerca de 2 milhões de brasileiros formando-se a cada ano.

Evidenciada a saturação em tal curso, os estabelecimentos em geral acabam contratando principalmente aqueles que contenham um grande conjunto de conhecimentos, além de ser especializado.

"A vida em grupo pressupõe maturidade. É preciso saber ouvir, ter bom senso, tomar cuidado com o que se fala e quando se fala, não agir por impulso, saber se controlar, dar importância para a opinião alheia e se conhecer. Apenas com o autoconhecimento é possível reconhecer seus pontos positivos e negativos, para que uma atitude seja tomada em direção à melhoria". Não seja do tipo de pessoa inconveniente, que fala demais ou fala na hora errada, que gosta de uma fofoca ou que age com falsidade e crueldade, seja ético, mas esperto, que você chega lá. ;)
Por hoje foi isso pessoal! Quem estranhou a falta do 'Para saber mais' pode acompanhar os links que colocamos em baixo de cada profissão que abordamos hoje.
Até a próxima!

Marcadores: , ,

Postado por Leticia @ 13:03

14 Comentário(s)

Anonymous Juliana disse...

Adorei esse post e a forma como foi abordado! Parabéns!

28 de julho de 2010 11:55  

Anonymous pedro disse...

esse post ficou muito bom antenados!

28 de julho de 2010 12:25  

Anonymous marcos disse...

MUITO BOM

28 de julho de 2010 14:24  

Anonymous Mari disse...

Gostei muito desse post, continuem assim!!

29 de julho de 2010 08:13  

Anonymous Mariana disse...

Nossa! Muito obrigado pelas dicas antenados. Mesmo com tudo o que vocês explicaram sobre a saturação de mercado na odontologia, ainda pretendo seguir essa carreira. O post ficou excelente essa semana, bem explicativo!

30 de julho de 2010 11:14  

Anonymous neymar disse...

parebéns pelo post, um assunto muit interessante e bem abordado.

2 de agosto de 2010 10:14  

Blogger filipe disse...

ótimo post, eu como acadêmico de direito venho aki defender meu curso, para quem ainda está em duvida do que fazer! o direito não lhe proporcionará nada em questão de emprego quando tu concluíres o curso, porém, se fizeres a prova da OAB e/ou tentares alguns concursos publicos o salário é ótimo e a realização também, mas apenas faça se tiveres vontade, o curso é para quem gosta mesmo, e não apenas para quem quer ter dinheiro! abraços e mais uma vez ótimo post!

2 de agosto de 2010 10:21  

Anonymous Sonia disse...

É isso aí, sempre haverá disputa de vagas no mercado de trabalho, sendo o curso saturado ou não, quem faz a diferença é vc.bjs

2 de agosto de 2010 10:58  

Blogger patricia deluca disse...

Parabéns! Muito boa a colocação dos posts. Gostei muito das explicações. EXCELENTE!

2 de agosto de 2010 11:00  

Anonymous carlos disse...

gostei muito desse post

2 de agosto de 2010 12:21  

Anonymous augusto disse...

galera voces tão distruindo nesses posts, nossa muito bons, informam entretem, show de bola continuem assim
:D

2 de agosto de 2010 17:28  

Anonymous henrique disse...

melhor post até agora. continuem assim, por favor!

3 de agosto de 2010 14:31  

Anonymous Manu disse...

MUITO BOM! PARABÉNS, VCS SÃO OTIMOS

3 de agosto de 2010 14:45  

Anonymous Roberto disse...

Adorei esse 6º Post. Vocês conseguiram tirar de um tema considerado "vago" muitas informações de vários cursos, sendo, por coincidência, o que eu faço atualmente: o de administração.
Certamente o mercado de trabalho é uma realidade incrível, e vocês estão conseguindo guiar muitos visitantes para o sucesso. Aguardo ansiosamente a próxima postagem :D

3 de agosto de 2010 15:03  

Postar um comentário

<< Voltar